CrIado com a intenção de direcionar o Coletivo CIDA para outros artistas com realidades e pesquisas semelhantes e apresentado ao público em um formato de residência artística, "NU ESCURO" já foi realizado em duas cidades diferentes: Natal, no Rio Grande do Norte e Brasília, no Distrito Federal.

 

O trabalho propõe que, sob a orientação do proponente, artistas locais das cidades onde será exibido se sintam convidados a conversar sobre nudez, espaços não tradicionais de teatro / dança / atuação, seus medos pessoais e outras barreiras encontradas em suas trajetórias no arte.

nu escuro

dark naked

 Created with the intention of approaching CIDA - Independent collective of independent artists to other artists with similar realities and investigations and presented to the public in an artistic residency format with the exhibition of processes, the work “NU DARK” has been carried out in different cities: Natal, in Rio Grande do Norte and Brasilia, in the Federal District.

 

The work proposes that, under the guidance of the proponent, the local artists of the cities where they will be exhibited are invited to speak about the nudity, the spaces in the traditional theater / dance / performance, their fearful personalities and other barriers found on their boards. in art.

 

Patrocínio de Criação:
Edital Cena Processo 2018 / Casa de Cultura da América Latina OEI – Organização dos Estados Iberoamericanos
Concepção: René Loui

Execução e Colaboração: Rozeane Oliveira

Apoio: Casa Tomada Natal

Artistas Selecionados: André Chacon, Patricia Dasi, Adelmo do Vale, Biophillick, Françuar Rodrigues.

Fotografia/Vídeo: Diogo Ricardo, Oscar Figueroa

Realização:

Coletivo Independente Dependente de Artistas