vermelho fendado

Projeto contemplado pelo Prêmio FUNARTE RespirArte.

Dentro das possibilidades, possíveis e alcançáveis, a intérprete criadora Rozeane Oliveira faz de sua sala seu espaço criativo, onde seus móveis cuidadosamente burilados trazem a saudade do que já passou, a ansiedade do agora e a incerteza do que virá. Dentro dessa perspectiva, surge sua nova criação, “Vermelho Fendado”, que trás a reflexão individual no seu sentido mais agudo, a partir do seu processo de compreensão do fazer artístico em tempos de isolamento, onde os questionamentos se fazem latentes colocando em divergências os pensamentos. É um grito com a alma para dentro, em busca da compreensão de corpo que acessa suas rachaduras e se vira ao avesso na tentativa de respostas para amenizar o caos nesses tempos imprecisos.

RED SLIT 

UMA OBRA SOLO DE ROZEANE OLIVEIRA

CONCEPÇÃO: ROZEANE OLIVEIRA
PRODUÇÃO GERAL: RENÉ́ LOUI
PRODUÇÃO EXECUTIVA: ARTHUR MOURA
CAPTAÇÃO DE IMAGENS: BABUINHO SYSTEM
TRILHA ORIGINAL: PAULO DE OLIVEIRA
IDENTIDADE VISUAL: RENÉ́ LOUI
IMAGENS DE DIVULGAÇÃO: JOÃO MASSAY
FIGURINO: ROZEANE OLIVEIRA
APOIO: CASA TOMADA AMBIENTE DE ARTE
PATROCÍNIO: FUNARTE - PRÊMIO RESPIRARTE
REALIZAÇÃO: COLETIVO INDEPENDENTE DEPENDENTE DE ARTISTAS

 

Project contemplated by the FUNARTE RespirArte Award.
 

Within the possibilities, possible and attainable, the creative interpreter Rozeane Oliveira makes her room her creative space, where her carefully polished furniture brings the longing for what has passed, the anxiety of the now and the uncertainty of what is to come. Within this perspective, his new creation, “Vermelho Fendado”, emerges, which brings individual reflection in its sharpest sense, based on its process of understanding artistic practice in times of isolation, where questions are latent, putting differences in thoughts. It is a cry with the soul inside, in search of the understanding of the body that accesses its cracks and turns inside out in an attempt to respond to alleviate the chaos in these imprecise times.