O  COLETIVO CIDA

THE  CIDA COLLECTIVE 

CIDA - Independent Collective Dependent Of Artists, is an alternative nucleus of contemporary dance and performance, based in the city of
Natal / Brazil, and its artistic proposal is to expand the universe of dance through its own experimental language, using the concepts of differences, collectivized experiences, performative practices and dramaturgy in real time as a tool to sensitize others through art.  

 

Founded in 2016 by René Loui and Rozeane Oliveira, the CIDA Collective has its first season in international territory, through the construction of the work História / Container, produced from the Overseas Culture Interchange Artistic Residency whit Ioannis Mandafounis, directed by Parisian choreographer Émilia Giudicelli, at Flux Laboratory, Flux Foundation, in the city of Geneva / Switzerland.

 

In its four years of existence and resistance, CIDA has been performing on stages in much of the Brazilian territory and in other international scenarios, opening doors to new possibilities for creating dance in northeastern Brazil.

Portugal, France, Switzerland and India are some of the countries they traveled.

In 2020 the CIDA Collective was selected by Itaú Cultural - Arte as Breathe: Multiple Emergency Calls in the Performing Arts category.

O CIDA - Coletivo Independente Dependente De Artistas, é um núcleo alternativo de dança contemporânea e performance, sediado na cidade de Natal / RN, e sua proposta artística é expandir o universo da dança por meio de sua própria linguagem experimental, utilizando os conceitos de  diferenças, experiências coletivizadas, práticas performativas e dramaturgia em tempo real como uma ferramenta para sensibilizar os outros através da arte.

 

Fundado em 2016 por René Loui e Rozeane Oliveira, o Coletivo CIDA realiza sua primeira temporada em território internacional, através da construção da obra História/Container, produzida a partir da Residência Artística Overseas Culture Interchange, com direção da coreografa parisiense Émilia Giudicelli, no Flux Laboratory, Flux Foundation, na cidade de Genébra / Suíça

 

Em seus quatro anos de existência e resistência, a CIDA vem atuando nos palcos de grande parte do território brasileiro e em outros cenários internacionais, abrindo portas para novas possibilidades para a criação de dança no nordeste do Brasil. Portugal, França, Suíça e Índia são alguns dos países por onde percorreram.

Em 2020 o Coletivo CIDA  foi selecionado pelo Itaú Cultural - Arte como Respiro: Múltiplos Editais de Emergência na categoria Artes Cênicas.

coletivocida.wixsite.com/coletivocida